Política da Saúde do Idoso deve ser implantada em municípios de AL

Gestores dos municípios considerados prioritários para a implantação da Política de Saúde da Pessoa Idosa participaram, nesta quinta-feira (27), de uma oficina com o tema “Atenção Integral à Saúde da Pessoa Idosa”. A iniciativa, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), aconteceu no auditório da Gerência Estadual de Atenção Primária, no bairro Jaraguá, em Maceió.

Na ocasião foram tratados temas como o cuidado específico com a população idosa, a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa e a importância da ficha de notificação a vitimas de violência. “A população nessa faixa etária possui um tendência maior a desenvolver doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. Por isso, é importante o desenvolvimento de ações específicas para esse público”, explicou o médico Marcos Martins.

Ele ressaltou que ações preventivas e de promoção da saúde são essenciais para o bem estar e qualidade de vida da população. “Questões como autonomia e independência são cruciais e devem sempre ser prioritárias”, destacou Marcos Martins.

Já a médica Helen Arruda salientou que as cidades selecionadas como prioritárias atendem a critérios indicadores no âmbito da Atenção Primária. “Foram analisadas questões como cobertura do Programa Saúde da Família e serviço disponíveis. A oficina é um passo importante para a sensibilização dos gestores na implantação de políticas que cuidem do idoso de forma integral”, destacou.

Os municípios considerados prioritários são Coqueiro Seco, Rio Largo, Satuba, Porto de Pedras, Maragogi, São Luís do Quitunde, Santana do Mundaú, São José da Lage, União dos Palmares, Cajueiro, Atalaia, Capela, Junqueiro, Boca da Mata e São Miguel dos Campos.

Também fazem parte da lista de prioritários, Piaçabuçu, Feliz Deserto, Porto Real do Colégio, Feira Grande, Taquarana, Batalha, Palmeira dos Índios, Tanque D`Arca, Belém, Pão de Açúcar, Maravilha, Carneiros, Delmiro Gouveia, Mata Grande e Água Branca.

Ascom – 28/07/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *